Contribuições

Uma espantosa porcentagem de 75% das doenças humanas emergentes são de origem animal.

A Ceva Santé Animale está fazendo uma grande contribuição na luta global contra a brucelose, a gripe aviária, e outras zoonoses, como a febre Q, que recentemente se tornou a principal ameaça à saúde pública na Holanda.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 500.000 casos de bruceloses são diagnosticados em humanos a cada ano. A brucelose é transmitida de animais para humanos, principalmente através da inalação de poeira quando são manuseados produtos contaminados pela bactéria Brucella, ou pelo consumo de leite não tratado de animais infectados.

Ceva desenvolveu um novo tipo de vacina, VECTORMUNE HVT-A1 (uma vacina vetorial), tornando a empresa um dos principais agentes nos esforços mundiais para evitar a propagação da gripe aviária.

É previsto que até 2020 haverá um déficit de 50% na produção global de proteínas. Neste contexto, Ceva está empenhada em encontrar novas soluções para ajudar a melhorar a produção de proteína animal em todos os lugares do mundo.

Voltar ao topo